Mestranda do PPGEM-UFRN, Lizete Barbosa da Nóbrega, ministrando a palestra sobre "Fake News". Foto – Winny Castell

Ação tem como objetivo possibilitar debates de temas relevantes da Universidade e conhecimentos fora do ambiente acadêmico, aos jovens que vivem em estado de vulnerabilidade social nas escolas municipais

Por Winny Castell

Na última sexta-feira, dia 18 de maio, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) iniciou o projeto de extensão “A Universidade vai à escola: a comunicação aliada à educação pela cidadania e emancipação social no Projovem urbano”, que alia saberes acadêmicos a outros conhecimentos na Zona Oeste de Natal.  As ações acontecem na Escola Municipal Prof. Francisco de Assis Varela Cavalcanti e a primeira palestra da iniciativa foi sobre “fake news”, assunto que tem fomentado diversos debates dentro da sociedade. O encontro contou com a participação da mestranda do Programa de Pós-graduação em Estudos da Mídia (PPgEM/UFRN), Lizete Barbosa da Nóbrega.

A atividade atende a uma solicitação da Coordenação do Programa Projovem Urbano Natal – Programa Nacional de Inclusão de Jovens: educação, qualificação e participação cidadã, sob a tutela da Secretaria Municipal de Educação, da Prefeitura do Natal. O objetivo do Projovem Urbano é “a escolaridade de jovens com idade entre 18 e 29 anos, que saibam ler e escrever e não tenham concluído o ensino fundamental, visando à conclusão desta etapa por meio da modalidade de Educação de Jovens e Adultos integrada à qualificação profissional e o desenvolvimento de ações comunitárias com exercício da cidadania, na forma de curso”, conforme previsto no art. 81 da Lei n. 9.394, de 20 de dezembro de 1996.

Nessa perspectiva, o projeto busca, em sua essência, o fator de relevância social, de modo que reforça a sua ação comunitária e cidadã, com práticas de oficinas de leitura, escrita, produção de vídeo e fotos. Além disso, o projeto traz palestras e debates que fomentam a emancipação social de jovens em vulnerabilidade social, estudantes de bairros periféricos discriminados, tanto pela mídia como de parcelas da sociedade.

As instituições nas quais a ação vai repercutir serão a Escola Municipal Francisco de Assis Varela Cavalcanti, situada no bairro do Guarapes, zona oeste de Natal, e a Escola Municipal Nossa Senhora da Apresentação, no bairro de Nossa Senhora da Apresentação, zona Norte de Natal. Ao final da iniciativa, cada jovem que participar de todas as oficinas receberá certificado do projeto.